Véu de Noiva, cartão postal de Chapada dos Guimarães

Quando se fala em Chapada dos Guimarães, a primeira imagem que vem à mente da maioria das pessoas é a Cachoeira Véu de Noiva.

Localizada dentro do Parque Nacional de Chapada dos Guimarães, a imponente cachoeira tem 86 metros de queda livre. É destino obrigatório para quem visita à cidade.

E quer saber o melhor? A visitação é gratuita.

O acesso se dá pela MT-251, Rodovia Emanuel Pinheiro, que liga Cuiabá a Chapada dos Guimarães, no Km 51. Distante 12 km do centro de Chapada, a entrada do Parque Nacional também da acesso a outras cachoeiras.

O local conta com estacionamento e guarita de controle de visitantes, sendo necessário anotar seus dados para entrar. 

Há também a sede administrativa do Parque que é gerido pelo ICMBio. Além disso, banheiros, telefone público, loja de souvenir e sala para apresentação de palestras educativas estão disponíveis para os visitantes.

Veja também ==> 11 lugares para comer e se encantar em Chapada dos Guimarães.

A visita à Cachoeira Véu de Noiva é auto-guiada, porém, algumas cachoeiras e atrações do Parque Nacional somente são permitidas com acompanhamento de guia / condutor autorizado.

Da portaria até o mirante da Cachoeira Véu de Noiva, o visitante segue por uma trilha por cerca de 550 metros em área aberta.

Recomendamos uso de bonés e proteção solar pois a maior parte do trajeto é feito em área de campo aberto.

Idosos ou pessoas com mobilidade reduzida podem ir de carro até a sede administrativa, portanto, é uma atração acessível.

Além disso, o Parque é aberto diariamente, inclusive aos finais de semana e feriados, das 9 às 16 horas, não sendo necessário agendamento prévio.

Ao chegar no mirante, nos deparamos com a surpreendente Cachoeira Véu de Noiva, que é formada pelo Córrego Coxipozinho.

Temos ainda a visão panorâmica do paredão de arenito que a cerca em forma de ferradura. Diversos ninhos de araras e outras aves são encontrados no paredão, então, provavelmente verá alguns desses moradores sobrevoando o vale.

A visita à Cachoeira Véu de Noiva é somente para contemplação, não sendo liberado o acesso e banho na mesma.

Mas, caso queira se refrescar nas águas geladas de Chapada, outras cachoeiras no parque tem acesso liberado para banho.

Conforme dito anteriormente, alguns lugares necessitam acompanhamento de guia / condutor autorizado. É o caso do Circuito das Cachoeiras, cujo percurso se inicia no Mirante da Cachoeira Véu de Noiva.

Assim também, outro atrativo que requer acompanhamento de guia é a Trilha do Vale do Rio Claro e Crista de Galo. Uma das vistas mais bonitas de todo o Parque que mostramos em detalhes nesse outro post.

Apesar disso, duas Cachoeiras de fácil acesso e auto-guiadas podem matar sua vontade de um banho bem relaxante

A Cachoeira dos Namorados e a Cachoeirinha são as mais próximas da Portaria do Parque, cujo acesso se dá por meio de uma trilha de 1.200 metros de extensão. Assim como a trilha que leva à Cachoeira Véu de Noivas, grande parte do percurso se dá em campo aberto, com pouca sombra.

Da mesma forma, aqui também existe acessibilidade para idosos ou pessoas com mobilidade reduzida, bastando informar a situação aos funcionários do parque que lhes prestarão auxílio.

A visita nesse atrativo também é gratuita e permitida diariamente, entre as 9 e 16 horas, porém, o visitante somente poderá entrar até as 12 horas.

Ambas as Cachoeiras ficam próximas, cerca de 100 metros uma da outra.

O local não possui infraestrutura de banheiros e comércio, portanto, os visitantes devem levar água e lanches. A única restrição de entrada é para bebidas alcoólicas as  quais não são permitidas em qualquer área do Parque Nacional.

E então, curtiram a dica de passeio gratuito em Chapada dos Guimarães? Comenta ai se conhece a Cachoeira Véu de Noiva ou se tem dicas a compartilhar com os demais viajantes.

Para saber mais informações sobre o Parque Nacional de Chapada dos Guimarães, clique aqui e acesse o site.

Siga nossas redes sociais.

Instagram – @casalabordo

Facebook – Casal a Bordo

YouTube – Casal a Bordo

Twitter – @casalabordo