Chichén Itzá: História e encantamento.

Uma das sete novas maravilhas do Mundo, Chichén Itzá encanta com sua beleza e riqueza histórica. Combinado a ela, a visita ao Cenote Ik-Kil, um dos mais lindos de todo o México.

Templo de Kukulcán Chichén Itzá

As aventuras do #casalabordonomexico não pararam em Tulum e Cenote dos Ojos! Hoje, conto para você como foi o passeio maravilhoso que fizemos em Chichén Itzá e no Cenote Ik-Kil!

Pudemos conhecer de maneira muito completa e com toda a segurança e tranquilidade um dos mais famosos sítios arqueológicos do país e ainda curtir um dia memorável!

Templo de Kukulcán Chichén Itzá

Esse dia foi mágico! Dividimos o tempo entre o sítio arqueológico de Chichén Itzá e o Cenote Ik-Kil, curtindo demais as paisagens e toda a história. Incrível, mesmo!

Templo de Kukulcán Chichén Itzá

E se acaso quiser saber qual moeda levar para o Méxicoonde se hospedar, se all Inclusive vale a pena e muito maisclique aqui e confira o post que fizemos com dicas essenciais para planejar sua viagem para Cancún e Playa del Carmem.

Vamos lá, te contarei tudo!

Mas antes de continuarmos, lembre-se que é fundamental contratar um Seguro Viagem, principalmente quando o destino for no exterior. E para te ajudar com isso, temos parceria com uma empresa muito confiável que oferece excelentes serviços e preço justo.

Seguro Viagem é essencial para sua segurança no exterior

Além de ser obrigatório nos países da Europa, a imigração pode solicitar o documento para permitir ou negar sua entrada. Fizemos uma parceria com o maior comparador de seguros do Brasil, a REAL SEGUROS, leitores do Casal a Bordo tem no mínimo 10% de desconto.

Valladolid.

Após a saída do hotel, fizemos uma primeira parada na cidade de Valladolid, que fica entre Cancun e Chichén Itzá, a uns 160 km de distância, dessa primeira cidade.

cidade de Valladolid

Foi muito legal conhecer este local porque é uma cidade que preserva toda a cara típica de uma cidade mexicana colonial, bem tradicional.  

cidade de Valladolid

Aqui ficamos pouco tempo, mas aproveitamos bastante: conhecemos o pitoresco centrinho da cidade e a Catedral de San Servasio, a igreja do centro. Ela é muito bonita, em sua simplicidade e rende belas fotos.

Paramos por um momento na Cooperativa de la Cruz Azul, onde pudemos apreciar o trabalho manual da região nos belíssimos artesanatos que une a arte maia e a tipicamente mexicana. Tem muita coisa bonita!

cidade de Valladolid

A dica é andar pela cooperativa toda antes de comprar. Pergunte os preços sem medo e pechinche. Dá para conseguir descontos interessantes. Só não vale perder o bom senso: artesanato dá trabalho, e há se de valorizar a arte que te entregam ali.

Próximo à Valadolid é possível conhecer mais uma das belezas do México: o Cenote San Lorenzo Oxman.

=> Veja também: GUIA COMPLETO DE CANCÚN
Saiba quando ir a Cancún, quantos dias ficar, onde se hospedar, o que fazer e tudo mais para planejar sua viagem para o paraíso.

Chichén Itzá

Chichén Itzá é um lugar único, conhecido como uma das 7 maravilhas do mundo moderno. Uma das cidades mais importantes da civilização maia, construída especificamente para os deuses.

Chichén Itzá Templo de Kukulcán

Chichén-Itzá é um local imenso, centro político e econômico que existe há milênios e que tivemos a honra e prazer de conhecer.

Templo de Kukulcán Chichén Itzá

Para você ter ideia de sua importância para a história da humanidade, este local sagrado é considerado patrimônio da humanidade pela Unesco.

É importante lembrar que aqui não é possível subir nas pirâmides. E que as câmeras fotográficas profissionais e GoPro são taxadas em 45 pesos na entrada, porém vale a pena pagar a quota e para ter diversos registros deste local incrível e surpreendente.

Templo de Kukulcán

A construção principal (mas não a única!) de Chichén Itzá é este templo que, em língua maia, significa Serpente Emplumada.

De longe, pode parecer apenas uma pirâmide no meio do campo. Quando nos aproximamos, porém, é possível ver a complexidade da sua construção e dar-se conta do nível de conhecimento de engenharia que foi utilizado em sua construção. São nove patamares, quatro fachadas e, ainda, um último patamar superior.

Templo de Kukulcán

Existe todo um simbolismo matemático para sua estrutura. Ela conta com quatro escadarias, cada uma com 91 degraus, e um degrau extra para chegar ao topo. Calculando, chegamos a 365 degraus, associados aos dias do ano, como em um calendário.

Templo de Kukulcán Chichén Itzá

Isso não é uma coincidência. Seus criadores cuidaram de que cada um deles fosse construído de modo a que se possa observar o amanhecer no horizonte seguindo o posicionamento do sol ao amanhecer, acompanhando as mudanças das estações do ano.

Quer internet de qualidade durante sua viagem?

Ter internet é essencial para usar aplicativos como Uber e Google Maps, além de conversar no WhatsApp e postar aquela foto no Instagram.
Use o CUPOM CASALABORDO e ganhe 5% de Desconto!
Clicando no botão abaixo você compra qualquer chip e recebe em casa, e assim passa a ter conexão em diversos países.


O espetáculo do equinócio

Para poder apreciar bem todas as belezas arquitetônicas do templo a melhor época para a visita é entre março e setembro.

Entre esses meses é possível observar a escadaria nordeste recebendo uma projeção solar que acompanha as escadas e forma o corpo de uma serpente –símbolo do conhecimento para essa antiga civilização.  

Templo de Kukulcán Chichén Itzá

Com o avançar das horas, o espetáculo de luz solar e sombras parece descer pelo templo, com o ponto auge alcançado quando a luz se projeta na cabeça da serpente emplumada localizada na base da escadaria.  

Especialmente no equinócio de primavera e outono, a imagem é incrível! Se puder aproveitar as datas para a visita, não pense duas vezes! Só planeje com antecedência: São datas muito concorridas!

Outro detalhe interessante é a existência de um efeito acústico interessante. Se você aplaudir quando estiver frente a alguma das suas escadarias, você notará um eco distorcido que se produz e é muito parecido ao canto de um Quetzal, um pássaro típico da região, considerado pelos Maias o protetor espiritual de seu governante.

Cenote Ik-Kil

Após a visita às ruinas, o passeio prosseguiu, sempre guiado pelo pessoal da Travel Ahead. Nos dirigimos ao Cenote Ik-Kil, que se localiza a mais ou menos 3 km do sítio arqueológico.

Cenote Ik-Kil

Fomos direto para a parada mais saborosa: o almoço no restaurante do Cenote.

Cenote Ik-Kil

O legal foi que, com a ajuda do guia da agência– que fala português – conseguimos entender mais um pouco sobre a cultura gastronômica e os locais deste local.

Se tem planos de visitar Cancún, não deixe de incluir Tulum e o Cenote dos Ojos em seu roteiro e mergulhe no que há de mais belo no México.

Cenote Ik-Kil

Após o almoço, chegou a hora de curtir o Cenote. Caso você opte por fazer o passeio por sua conta, a entrada custa 70 pesos para adultos. Nesse valor está incluída a entrada, com direito ao banho no cenote e acesso aos vestiários do local.

Mas, caso queira ter a facilidade de transporte, guia, e almoço, os valores ficam a partir de US$ 56,00, sendo possível reservar com antecedência, bastando clicar aqui.

Cenote Ik-Kil

E por falar em mergulho, que tal saber tudo o que fazer em Isla Mujeres, o mar azul mais impressionante que já conhecemos.

É fácil ficar maravilhado logo na descida ao local, pois existem mirantes que permitem uma visão panorâmica desta obra prima perfeita, construída pelas hábeis mãos da natureza. Aproveite para tirar muitas fotos!

O cenote tem um diâmetro bastante grande e sua profundidade pode chegar aos 40 metros. Assim como no Cenote dos Ojos, sobre o qual falamos neste artigo (linkar), a água é gelada, mas vale o mergulho.

Também é legal comentar que este cenote não é um dos que oferece melhor visibilidade na água, mas vale a pena se aventurar com o snorkel.

Precisa de um Hotel ou Pousada?

Alugando pelo nosso link você não paga nada mais por isso e ainda ajuda a manter o conteúdo do blog atualizado. Faça uma cotação online no BOOKING, comparando o preço nas melhores pousadas e hotéis.

Sugestões de Hotéis próximos a Chichén Itzá

cache hotel e boutique, vista para piscina

Cache Hotel Boutique

Esta foi nossa escolha em Playa del Carmen. Um hotel novo, muito bem localizado, com excelente café da manhã servido em um restaurante.

Os quartos estão equipados com TV, cafeteria e secador de cabelos. Além disso, o hotel conta com piscina ao ar livre a um preço super justo.

City Express Suites Playa del Carmen

Se acaso você quiser economizar um pouco com a estadia, você tem a opção do City Express Suites Playa del Carmen. O local conta com piscina ao ar livre e uma academia. Além disso, há wi-fi gratuito. Entretanto, está um pouco distante do centrinho de Playa.

Hotel Playa del Karma

Esse hotel é ideal para quem busca uma opção mais em conta e próxima a tudo. Ele fica pertinho das lojas da Quinta Avenida e ainda oferece ar condicionados nos quartos.

Ocean Riviera Paradise All Inclusive

Se preferir a comodidade e conforto de um All Inclusive pé na areia, o Ocean Riviera Paradise pode ser sua escolha.

O hotel dispõe de 5 piscinas ao ar livre e centro de spa, e você pode desfrutar de uma bebida em um dos 12 bares no local. O WiFi gratuito e o hotel oferece esportes não motorizados ilimitados, teatro, casa noturna, acesso ao cassino e pista de boliche no local.

Se preferir conhecer outras opções de hospedagem em Playa del Carmen, você pode fazer sua busca clicando aqui.

Lembrando que as reservas realizadas pelos links e banners do nosso Blog geram uma pequena comissão que ajuda a monetizar nosso trabalho. Você não pagará nada a mais por isso e ainda colabora para que continuemos a produzir conteúdo de qualidade, mantendo o blog atualizado.

Dicas práticas para a rota Chichén-Itzá e Cenote Ik-Kil

  • Se você optar por ir por conta, pode aproveitar uma das várias linhas de ônibus que ligam Cancun, Playa del Carmen e Mérida a Chichén Itzá. Os preços variam de acordo com o tipo de ônibus. De Cancun até lá, pela empresa ADO https://www.ado.com.mx, custam 205 pesos. Alugar um carro também é opção.
  • A viagem partindo de Cancun dura aproximadamente 3 horas, com aquela paradinha em Valladolid.
  • Chichén-Itzá pode ser visitada todos os dias, entre as 8 e as 17 horas. O último acesso permitido é as 16h.
  • Roupa e calçado confortável é essencial: Você vai caminhar, não tem escapatória!
  • Não esqueça da garrafinha de água, do protetor solar e do repelente de insetos. Tudo biodegradável, certo? Chinelos e uma toalha para se secar também são indicados, para a visita ao Cenote.
  • O acesso com bebidas (exceto água) e comida não é permitido. Na entrada, pertinho da bilheteria, tem um centro de atendimento com restaurante, lanchonete, banheiro, casa de câmbio e até algumas lojinhas. Dentro do sítio se comercializam apenas algum artesanato local

Definitivamente, o passeio por Chichén-Itzá e pelo Cenote Ik-Kil é um roteiro que vale muito a pena!

São belezas completamente diferentes do que conhecemos e que vão te deixar encantado! Contar com os serviços da Travel Ahead foi fundamental para desfrutar ainda mais do passeio.

Nossas aventuras pelo México não param por aqui. Ainda tem muito mais para te contar!

* Os passeios e translados foram patrocinados e realizados pela empresa TRAVEL AHEAD, mas as opiniões são de livre expressão dos autores.  

Considerações sobre a Empresa Travel Ahead: 

A empresa demonstrou agir com responsabilidade e vasta preocupação em melhor atender todos os clientes que realizavam os passeios. Os valores cobrados pela mesma são compatíveis com as demais agências de turismo da região. Recomendamos!

Quer saber mais? Deixe seu comentário!

Planeje sua viagem com a gente!

Fazendo suas reservas pelos links do blog, você ganha descontos, não paga nada a mais por isso e ainda ajuda a manter nossa página no ar, sempre atualizada. Escolhemos nossos parceiros com base em nossas experiências e na qualidade dos serviços prestados.

Siga nossas redes sociais.

Instagram – @casalabordo

Facebook – Casal a Bordo

YouTube – Casal a Bordo

Twitter – @casalabordo

Euclides Torezan

Sul-matogrossense, 39 anos, servidor público. Um viajante nato, trilheiro, que ama animais, o contato com a natureza, trilhas e cachoeiras, esportes radicais e tudo o que envolve adrenalina. Apaixonado por motos e por tecnologia, é o responsável pelas imagens produzidas bem como edição de vídeos e do blog.

2 Comentários

  1. Olá Casal
    Vou a Cancun em Outubro e estava na dúvida se incluía esse passeio mas vocês me convenceram. Lindas fotos. Muito obrigada por compartilhar e nos ajudar tanto. Adoro o instagram de vocês. Beijos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar