Confira os países que brasileiros não precisam de visto.

Você sabia que brasileiros podem viajar para mais de 100 países sem a necessidade de visto de entrada? Confira aqui a lista desses países que brasileiros não precisam de visto e saiba detalhes que podem auxiliar em sua viagem.

Foto mapa mundi com passaporte e camera fotográfica. Visto de entrada

Será que vou precisar de passaporte? Quem tem passaporte precisa obrigatoriamente solicitar visto? Porque o visto de entrada é exigido em alguns países e outros não?

São muitas perguntas à serem respondidas e, para você que pretende viajar para um outro país, é super aconselhável ter as respostas para todas elas.

Isto porque a falta de documentação pode barrar você já no embarque e, neste caso, adeus férias.

Neste artigo vamos falar mais sobre vistos e documentações, especificamente para as pessoas que pretendem viajar para outros países.

Outrossim, iremos falar sobre que brasileiros não precisam de visto, quais exigem o visto de entrada, além de dar dicas importantes para a sua viagem. Acompanhe e tire todas as suas dúvidas a respeito.

O que é o visto de entrada?

O visto de entrada, como o próprio nome já adianta, é a permissão de entrada fornecida por um determinado país aos cidadãos considerados estrangeiros. Tal visto é registrado em seu passaporte e pode variar conforme a duração bem como do objetivo da sua viagem.

Passaporte com vários carimbos. Visto de entrada

Conforme dito anteriormente, nem todos os países exigem o visto. Isto não significa, no entanto, que você não precise do passaporte.

O passaporte é exigido em praticamente todos os países do mundo, a exceção aos países que fazem parte do Mercosul, nos quais o seu R.G. serve como documento legal.

Para solicitar o seu passaporte, é necessário o preenchimento de um formulário no site da Polícia Federal, bem como a apresentação de documentos.

Confira o passo a passo que elaboramos clicando aqui e saiba como tirar seu passaporte.

Entretanto, para solicitar o seu visto de entrada, em geral, você precisará comparecer ao consulado ou à embaixada do respectivo país. As exigências variam bastante de país para país.

Dica importante nº. 1: sempre procure providenciar seus documentos, vistos, etc., com certa antecedência. Isto porque, dependendo do país e das exigências do mesmo para se obter o visto, você pode levar mais tempo do que o previsto.

Países que brasileiros não precisam de visto de entrada.

Países da Ásia que não exigem o visto de entrada

A Ásia conta com inúmeras belezas e maravilhas da natureza ou criadas pelo homem. Países incríveis e deslumbrantes e é o maior dos continentes do planeta, tanto em área territorial como em população.

Imagem de hong kong visto de entrada

Felizmente, nem todos os países da Ásia exigem o visto de entrada. Podemos dizer inclusive que, os mais procurados, “turisticamente” falando, não o exigem, o que é muito bom.

Importante: Embora muitos países do mundo não exijam visto de entrada, esta ausência de obrigatoriedade tem algumas regras. Portanto, deve-se atentar ao período de tempo determinado para permanência e ao tipo de viagem. Cada país possui suas regras próprias quanto a isto.

Então, veja a seguir quais países asiáticos que brasileiros não precisam de visto de entrada, o respectivo período máximo de permanência e o link da embaixada:

País Limite de permanência Embaixada
Cingapura 30 diasCingapura
Coréia do Sul 90 diasCoreia Sul
Filipinas 59 diasFilipinas
Hong Kong 90 diasChina
Macau 90 diasMacau
Malásia 90 diasMalásia
Tailândia 90 diasTailândia

A Nova Zelândia não é um país asiático pois fica na Oceania. No entanto, está bem próximo e também não exige visto até 90 dias de permanência. Mais uma possibilidade de turismo.

Países da Europa que brasileiros não precisam de visto.

O que falar da Europa. Um continente inteiro com suas diversidades, sua cultura milenar, locais fascinantes para se visitar e conhecer.

Além disso, é muito fácil transitar por diversos países do continente utilizando avião, carro ou mesmo trem.

Vale lembrar que sua documentação deve estar de acordo sempre que atravessar alguma fronteira, pois as regras de um país europeu para outro podem mudar.

Outro ponto importante é que o prazo máximo para todos eles é de 90 dias, válido única e exclusivamente para turismo. Se acaso você pretende viajar para Paris, Espanha, Reino Unido, etc., para outros fins, vale consultar a embaixada correspondente.

É bom lembrar que, mesmo para Portugal que possui acordos e tratados com o Brasil, o visto será normalmente exigido após os 90 dias ou se sua viagem não for de turismo, negócios ou jornalismo.

Confira os países da Europa que não exigem visto:

  • Alemanha
  • Áustria
  • Bélgica
  • Bulgária
  • Chipre
  • Croácia
  • Dinamarca
  • Eslováquia
  • Espanha
  • Estônia
  • Finlândia
  • França
  • Grécia
  • Holanda
  • Hungria
  • Irlanda
  • Islândia
  • Itália
  • Letônia
  • Lituânia
  • Luxemburgo
  • Malta
  • Polônia
  • Portugal
  • Reino Unido
  • Rússia

Aliás, você sabia que na Europa você pode recuperar parte do valor gasto com compras? É a chamada Tax Free na qual o valor pago em impostos é restituído ao turista. Saiba como funciona clicando aqui.

Europa passará a exigir visto em 2021

Embora essa isenção de visto incentive muitos brasileiros a viajar para países da Europa, a situação tende a mudar em 2021.

Conforme notícias, visando um maior controle migratório e aumento da segurança, foi aprovado o Programa ETIAS, Sistema Europeu de Informações e Autorização de Viagem.

Assim, todos os países que fazem parte do Tratado de Schengen, acordo que garante livre circulação de pessoas, bens e serviços, fazem parte da lista que terão este visto como exigência como visitação.

Entretanto, a aquisição do visto ocorrerá de forma online, através de um formulário eletrônico. Mas, sem sofrer por antecipação, vamos aproveitar essa janela de tempo para desbravar a Europa.

Aliás, vale ressaltar que já vale a obrigatoriedade de contratação de Seguro Viagem para visitar países da Europa, cuja exigência é de coberturas mínimas de 30 mil euros para assistência médica.

Aproveite que conseguimos descontos para nossos leitores e contrate seu seguro viagem com excelentes preços e coberturas, bastando clicar aqui ou no botão abaixo.

Sabia que o Seguro Viagem é essencial para sua segurança no exterior?

Além de ser obrigatório nos países da Europa, a imigração pode solicitar o documento para permitir ou negar sua entrada. Fizemos uma parceria com o maior comparador de seguros viagem.

Leitores do Casal a Bordo tem 10% de desconto. É só clicar no botão.

 

Durante nossa primeira visita à Europa, conhecemos a Itália e suas muitas belezas. Incluímos em nosso roteiro: Roma, Milão, Verona, Treviso e ainda as Dolomitas nos Alpes Italianos.

Então, aproveite para conferir o que fizemos por la e saber todas as dicas. Teve até mesmo caminhada sobre o Lago di Braies congelado.

Países da África que não exigem o visto de entrada

O Continente Africano tem sua diversidade, sua etnia própria, sua cultura e locais deslumbrantes para se conhecer, num total de 54 países. Aliás, este é o maior número de países por continente, seguido pela Ásia e pela Europa, ambos continentes com 50 países cada.

Cidade do Cabo

Esta é a parte boa da África. Contudo, a parte “não tão boa” é que apenas 5 destes países não exigem o visto de entrada, nos quais o prazo máximo de permanência é de 90 dias em caráter turístico. São eles:

  • África do Sul
  • Botsuana
  • Marrocos
  • Namíbia
  • Tunísia

Países da América Central e América do Norte que não exigem o visto de entrada

Claro que locais exuberantes, exóticos, lindos de se ver não faltam nos países da América Central.

O único dos 3 países da América do Norte que não exige visto de entrada é o México, com suas praias lindíssimas, bem como muitos outros com atrativos turísticos importantíssimos e imperdíveis.

Entretanto, o Canadá disponibiliza um visto eletrônico chamado ETA para alguns brasileiros que atendam requisitos como por exemplo, possuir visto americano. Clique aqui para saber tudo sobre a ETA.

Canal do Panamá

Se acaso for viajar para algum país da América Central, capriche em seu roteiro de viagem, para conseguir aproveitar tudo que o continente e seus países oferecem.

Agora, quando se fala em vistos, com exceção de Honduras, que limita a permanência no país a título de turismo por no máximo 30 dias, em todos os demais, já que também não exigem o visto, o prazo limite é de 90 dias. Confira quais são:

  • Belize           
  • Costa Rica   
  • El Salvador  
  • Guatemala   
  • Honduras     
  • Nicarágua
  • Panamá       

Já as ilhas caribenhas, que também pertencem ao continente da América do Norte, são países que brasileiros também não precisam de visto. Aliás, em Barbados, Antígua e Barbuda, o limite de permanência é de até 180 dias. Aos demais, segue a regra de 90 dias. Confira quais são:

  • Antígua e Barbuda
  • Barbados     
  • Curaçao       
  • Granada       
  • Jamaica       
  • República Dominicana      
  • Santa Lúcia
  • Trinidad e Tobago

Todavia, a única região que conta com regras específicas são as Bahamas, onde o limite de permanência com visto livre é de apenas 14 dias. Mas o lugar é verdadeiramente magnífico, diga-se de passagem.

Na América do Norte, já visitamos Canadá, Estados Unidos e México então, você pode conferir os posts sobre os destinos clicando nos links de cada um.

Países da América do Sul que não exigem visto de entrada e suas respectivas regras

Ricos em grande diversidade e beleza, praticamente todos os países da América do Sul possuem algo em especial. Seja um monumento, algum fato histórico de importância tamanha, climas para todos os gostos, bem como suas belas paisagens.

Conforme dito anteriormente, alguns países da América do Sul possuem regras específicas e outros, seguem as pré estabelecidas no acordo dos países signatários do Mercosul.

Machu Picchu

Em suma, alguns pedem passaporte e visto e outros aceitam apenas o nosso conhecido R.G.

Independentemente disto, todos possuem um limite máximo de permanência no país, que gira em torno dos costumeiros 90 dias.

Entretanto, as únicas exceções são Venezuela, Colômbia e Bolívia com prazos de 60, 180 e 30 dias, respectivamente.

O bom é que nestes 3 países você também pode usar seu próprio RG como documento legal. Aliás, os únicos países que exigem passaporte e visto, após os 90 dias, são Suriname e Guiana.

Então, turisticamente falando, a América do Sul é um lindo e descomplicado continente para se explorar.

Nós mesmos já estivemos no Chile duas vezes, conhecendo Santiago e o Deserto do Atacama. Certamente vivemos experiências inesquecíveis.

Passaporte e visto para os demais países do mundo

Por fim, concluímos que todos os demais países não citados neste post exigem o passaporte e o visto. Alguns países possuem regras muito rigorosas para a obtenção do visto de entrada, como por exemplo, os Estados Unidos da América.

A começar pela solicitação do visto americano, o preenchimento do Formulário DS 160 assusta a grande maioria já que, a quantidade de perguntas, muitas delas complexas, é enorme.

Contudo, para facilitar a vida de nossos leitores, elaboramos um passo a passo atualizado e com fotos para auxiliá-los no preenchimento do referido Formulário. Basta clicar aqui para acessar a página e solicitar seu visto americano com facilidade.

Ainda considerando os EUA, é bom saber que a sua carteira de habilitação (a CNH brasileira) vale em território americano para poder dirigir um carro por lá, mas não dispensa o seu passaporte com o devido visto.

Aliás, muitos países exigem a Permissão Internacional para Dirigir – PID e não aceitam somente nossa CNH. Clique aqui e saiba quais são esses países e como tirar a sua PID.

Mas voltando ao assunto de países que brasileiros precisam de visto, se você possuir toda a documentação necessária, estiver viajando regularmente como turista, etc., as coisas tendem a fluir normalmente, mesmo com as possíveis complexidades e exigências dos países.

Se acaso houver problemas com relação ao visto onde os mesmos não sejam solucionados diretamente com o respectivo consulado do país em questão, procure auxílio e orientação no Itamaraty/Ministério das Relações Exteriores.

Dicas Importantes sobre vistos e para você fazer uma viagem tranquila

São tantas coisas para pensar na hora de viajar que corremos o sério risco de esquecer pontos importantes e fundamentais para que tudo saia bem.

Logo abaixo, vamos dar dicas e lembretes fundamentais para que você não se esqueça absolutamente de nada durante o planejamento de sua viagem.

Então, vale consultar este guia quando pensar em realizar a sua viagem internacional de férias. Confira:

1º – Documentação, passaportes e vistos

Neste mesmo artigo, você já teve várias orientações a respeito disto. Vale salientar novamente da importância de pensar em seus documentos e de quem mais for viajar com você com relativa antecedência.

Além disso, sempre levamos impressos os comprovantes de hospedagem, apólice de Seguro Viagem, comprovante de reserva de carros, etc. caso os agentes da Alfândega solicitem.

2º – Hospedagem

A dica aqui é acessar o conhecido comparador de hospedagens e reservas de hotéis booking.com que é, inclusive, muito utilizado pelos brasileiros pois oferece excelentes tarifas.

Com ele, você consegue comparar quartos de hotéis, serviços relacionados, bem como avaliação de hóspedes com rapidez e total segurança, para hospedagens no mundo todo.

3º – Passagens Aéreas

As passagens devem estar coladinhas com a hospedagem. Mas é importante você pesquisar bem, para conseguir o melhor custo benefício para a sua viagem. Isto só é possível obtendo a companhia aérea certa (com bons níveis de serviços, por exemplo) pelo melhor preço de mercado.

Claro que você não vai precisar ficar entrando de site em site de todas as companhias aéreas e comparando serviços, preços e outros fatores relacionados. Para isto existem os comparadores de preços de passagens e o mais famoso deles é sem dúvida alguma o ViajaNet.

Com ele você consegue identificar e comparar rapidamente preços e condições de passagens de diversas companhias aéreas e já fecha negócio a partir do próprio site. Muita mais praticidade e comodidade.

4º – Seguro Viagem

Pode não parecer, mas o seguro viagem é praticamente imprescindível em qualquer viagem internacional. É a sua tranquilidade e a de sua família garantida.

O seguro viagem cobre, em tese, todas as despesas médico-hospitalares e odontológicas que venham a ocorrer no país de destino, sejam por causas naturais ou por acidente. Além disso, conta com muitas outras coberturas especificas, como extravio de bagagens, por exemplo.

A dica aqui é a Real Seguro Viagem, já que oferece o melhor custo benefício para você quando o assunto é seguro viagem. É bom lembrar que em alguns países, principalmente na Europa, o seguro viagem é obrigatório.

5º – Transporte e aluguel de carros

É preciso ficar atento aos meios de transporte que você vai utilizar do aeroporto para o hotel e deste para os principais pontos turísticos de seu roteiro de viagem. Em algumas cidades, inclusive, alugar um carro pode ser a melhor opção, ainda mais se você estiver em grupo e/ou em família.

Usamos e recomendamos o comparador rentcars.com, pois você consegue ter rapidamente em suas mãos as melhores opções de preços e veículos. O site é simples de usar e com muita facilidade você aluga seu carro.

6º – Dicas de Segurança

Lembre-se que, mesmo em um país onde a segurança pública seja um exemplo, prevenir é sempre melhor do que remediar.

Assim, utilize doleiras junto ao corpo para transportar dinheiro em espécie e documentos, não deixe eletrônicos de valor a vista, colha informações com locais sobre lugares que não se recomendam transitar durante a noite, não deixe seus pertences fora de sua vista, tando em atrações como em transporte público.

São algumas pequenas atitudes que podem impedir que situações desagradáveis ocorram e atrapalhem sua viagem.

E então, conseguimos sanar suas dúvidas sobre os países que brasileiros não precisam de visto? Podemos ajudar com mais algo? Deixe seu comentário pois o blog tem mais vida com a sua participação.

Toda vez que você reserva algum produto através dos links/Banners encontrados no Blog, nós ganhamos uma pequena comissão. NÃO EXISTE CUSTO EXTRA para você, e ainda nos ajuda a continuar produzindo conteúdo de qualidade e a manter o blog no ar.
Nós agradecemos seu apoio.

HotelReserve seu Hotel com as melhores tarifas
Aluguel de CarroAluguel de Carro até 60% de desconto
Seguro ViagemSeguro Viagem com Desconto
Chip CelularChip de Celular com até 25% de desconto
AviãoPassagens com até 35% de Desconto

Siga nossas redes sociais.

Luciana Torezan

Paulista, 38 anos, servidora pública. Muito comunicativa e curiosa, tem paixão pelos animais e pela natureza, ama conhecer lugares e vivenciar culturas diferentes. Amante de trilhas e cachoeiras, está sempre motivada a botar o pé na estrada e ir atrás de novas aventuras. Tem prazer em compartilhar dicas e é a responsável pelo conteúdo do blog e redes sociais.

Artigos relacionados

Um Comentário

  1. Ótimo post, muito esclarecedor e atualizado. Lembro de ter ido ao México há uns 10 anos e foi preciso visto (que foi um parto, pois era necessário ir 2x no consulado). Sem esquecer que os vistos têm um custo que deve sempre entrar no planejamento da viagem.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
NÃO PERCA NADA!!!
Inscreva-se em Nossa Newsletter. É Grátis
Seja o primeiro a receber as últimas atualizações e conteúdo exclusivo diretamente na sua caixa de entrada de e-mail
Inscreva-se
Experimente, você pode cancelar a inscrição a qualquer momento.
close-link
Fechar
Fechar